segunda-feira, 5 de junho de 2017



Mais uma do Cafôfo!



O sr. Prof. Paulo Cafofo continua a meter os pés pelas mãos, e desta vez até chegou ao cúmulo de desrespeitar ilegalmente antigas deliberações camarárias.
Na reunião de Câmara de 13 de Abril de 2011 (Acta número 15/2011) foi aprovado por maioria, com a abstenção de Artur Andrade da CDU (vejam só o revolucionário?!), uma resolução, apresentada por mim, em que solicitava que a Câmara desse a um arruamento ou a uma avenida o nome do General Sousa Dias, o ilustre militar que encabeçou a Revolta da Madeira, e cujo teor lavrado em acta, abaixo transcrevo:

Considerando que no passado dia 4 de Abril de 1931, comemorou-se os oitenta anos da Revolta da Madeira, pronunciamento militar que foi liderado pelo insigne General, Adalberto Gastão de Sousa Dias e por outros militares deportados na nossa ilha. Esta revolta contra a ditadura contou com forte apoio popular, pois na altura, a ilha debatia-se com uma grave crise económica.
Infelizmente, até os dias de hoje, a cidade do Funchal nunca homenageou condignamente o General Sousa Dias, valoroso militar republicano, que de uma forma abnegada, digna e firme, sempre lutou até o seu desterro em Cabo Verde, pelo restabelecimento da legalidade constitucional e pelas liberdades fundamentais, sonegadas pelo golpe militar de 28 Maio de 1926.
Assim, proponho que a Câmara Municipal do Funchal, na primeira oportunidade, dê o nome do General Sousa Dias, a uma avenida ou a um arruamento importante da nossa urbe, que prestigie e perpetue o nome deste notável militar, que numa altura conturbada da nossa história insular, deu voz à revolta do povo madeirense.

E ficando registado em acta e avisado o departamento competente, o que a actual Câmara de Cafôfo deveria ter feito era dar seguimento a esta antiga determinação dos munícipes funchalenses.  
Mas de uma forma antidemocrática e labrega, o sr. Paulo Cafofo mandou a resolução do sr. General para canto e fez passar para a frente a proposta do Presidente da Junta de Freguesia de S. Martinho, Duarte Caldeira (um dos líderes da seita socialista/ golpista de Vítor Freitas), que propôs à Câmara a mudança do nome da Av. do Amparo para Av. Mário Soares.
E na última reunião camarária de 1 de Junho, os actuais vereadores fingiram-se esquecidos e foram todos atrás da ideia do “golpista do cemitério”, e lá ficou para trás novamente o reconhecimento a um grande militar a quem a Madeira muito deve.
Agora está explicado por que razão o Cafofo comprou todas aquelas garrafas de champanhe “Terras do Avô”!

Gil Canha

44 comentários:

Anónimo disse...

Alguém que me ampare que vou cair para o lado com esta notícia. Estou escandalizada com a escolha do Sr. Cafofo a um homem que para a Madeira deu zero e sempre nos tratou como tratou as ex colónias, ou seja, como Lixo. É o cúmulo político da submissão a Lisboa manter o apoio do PS nacional (ainda se apresenta como independente mas lambe botas como um autêntico lobista socialista). Obrigada Gil Canha pelo esclarecimento. Você, agora sim, está a prestar um verdadeiro serviço à comunidade.

Anónimo disse...

Gosto muito destes políticos que mal chegam ao poleiro, desatam a renomear nomes de Ruas, fácil...

Anónimo disse...

Dar o nome de um arruamento ao Dr. Mário Soares é a coisa mais natural e banal, que qualquer câmara ou junta tem feito pelo país inteiro.
Não é preciso falar sequer de currículo.
Outra coisa, é a homenagem ao General Sousa Dias que, bem ou mal, liderou um levantamento militar na Madeira, contra os poderes de então. Por ventura, os motivos iniciais não terão sido tão virtuosos como os descritos, mas, reconheça-se o papel do general.
Não fica mal à história reconhecer o seu contributo para a própria história da Madeira.
Cabe aos decisores actuar em conformidade. Ainda estão a tempo.

Anónimo disse...

Tem medo de por isto a publico? E que aqui é impossivel de derrotar o cafofo. Pague no dn ou jn ou rtp madeira.

Anónimo disse...

Cafofo deu o nome da av a uma pessoa que admira , aliás deve sentir muita pena de também não ter sido incluído naquelas viagens ao Huambo para visitar o Savimbi.

Anónimo disse...

As ruas são património comum de todos os madeirenses. Não foram os pseudo ilustres Cafofo e Duarte Caldeira, que pagaram exclusivamente com os seus impostos a Avenida do Amparo, para disporem da mesma como quem da o nome a uma bananeira no poio lá da terra. Mostra bem a cotada que se instalou na capital e se prepara para tomar a ilha. Estamos a saque.

Anónimo disse...

Aqui éo sítio certo! Ha mais pessoas a ler o Fênix do que o DN que cada dia é mais contra informação paga a peso de ouro! E o é todos os dias mais do mesmo.
Quanto ao nome do DR Mário Soares, não tenho nada a favor nem contra, mas acho estranho ninguém ter feito, ainda, uma peticao publica, pois quando foi o nome do Cristiano Ronaldo, que é MADEIRENSE foram tantos contra, inclusive o Cafofo, tudo porque a ideia não partiu dele.
Ainda em relação a Av do Amparo, vai ser sempre Av do Amparo, assim como a rotunda da Quinta Magnólia e a Cota 40. Mas quem leva a sério as histórias do Cafofo?

Anónimo disse...

Mais uma crónica de Gil Canha como sempre a atacar o Cafofo.
Quando o amor se transforma em odio, é complicado.
Como há dias li aqui num comentário que quando a noiva leva uma nega perto do casamento em que o noivo chega ainda a tempo de não oficializar a boda, esta por vezes entra em depressão.
Parece ser o caso do Sr Gil Canha que anda obsecado e dorme a sonhar com o Cafofo.
Se isto não é lebre do Psd o que será?
Já agora seja honesto e diga que apoia o Psd e que deseja fazer uma coligação com a Rubina Leal porque para um salta pocinhas que todos conhecemos não há limites.

Anónimo disse...

Nossa, que cão raivoso se tornou este Homem. A governar expulsava mais de metade dos habitantes e o turismo todo.

SIA disse...

Dar nomes tem sido tão banal como foi dar á escola FF ao centro de saude da Nazaré que tem o nome de Dr.Rui Adriano e que legitimamente se pode perguntar "mas que é esse Senhor"
O que se esperava para quem fala em ser diferente, é que FOSSEM MESMO DIFERENTES E NÃO SÃO.
Sou contra que se mude nomes que identificam locais para nomes de pessoas.
Se digo que vivo na AV. do Amparo sabem que nao vivo no caminho do Monte ou do Pilar ou de Sao Roque. Dizer que vivo na AV Mario Soares onde é isso?

amsf disse...

"Considerando que no passado dia 4 de Abril de 1931, comemorou-se os oitenta anos da Revolta da Madeira" devo concluir que essa revolta aconteceu em 1851?!

Anónimo disse...

Este Cafofo já deu provas suficientes que não está capaz de ocupar "cadeiras" de poder

Anónimo disse...

Este homem deve ser mesmo mau, pior do que as cobras, deve bufar veneno por todos os lados. Todos os dias o mesmo ódio.
Isto nem com as curas no Reino de Deus (que vem publicidade de casos de sucesso publicados ao domingo no DN)tem solução.
Coitado(no bom sentido) do Grande AJJ que ainda o aturou durante uns tempos. Bem faz o Cafofo a não responder a estes ataques.

Anónimo disse...

Esse teu General era Madeirense?
Seja o que for só fez Cagadinha e da grossa, pois colocou os Madeirenses a pão e agua tal foi a fúria de Salazar, com mais impostos e miséria. Os nossos antepassados muito sofreram por causa dessa revolta. Acho totalmente injusto e descabido se homenagear uma pessoa que muito mal causou aos Madeirenses, não sei como se vota por unanimidade numa coisa parva, estes deputados deveriam ter vergonha na cara pois estão a humilhar os seus antepassados e responder civilmente pelos atos cometidos.

Anónimo disse...

E que dizer da Rotunda e Avenida Sá Carneiro bem na Baixa Funchalense e na sua Marginal.
Será que o Sá Carneiro fez muita coisa de utilidade para com a Madeira?
Responda-me Sr Gil Canha.
Claro, nota-se que está ao serviço do PSD e dos seus Renovadinhos.

Anónimo disse...

Cafofo não responde -diz o anónimo das 22:45h ahaha, va mais acima e releia o comentário das 21:03h e já vê a resposta do Cafofo em formato "anónimo".

Anónimo disse...

Gil Canha por favor continue a mandar bojardas em cima dos cafofianos e BlocoGuidas (já estão a por encaixes para os futuros cornos) porque adoro vê-los aqui a salivar de raiva.

Anónimo disse...

Não percebo porque razão os comunas não acompanharam a proposta? Também alguém me pode dizer quem é a Raposa Pelada. Ouvi na rádio a Gil a falar desse animal.

Anónimo disse...

E porque nao o Canha querer o mesmo que a Rubina. Ou seja derrotar um Presidente que só sorri e nao tem obra feita.
O Funchal mudou em 4 Anos? Em quê??

Anónimo disse...

E a este Exercito de Piratas e Salteadores da Era Moderna comandados pelo General Gil Canha, que nome de rua haveremos de dar?
Bom, só se for a Ciclovia.

Anónimo disse...

Sugeria que o Cafofo desse o nome do Gil Canha à Rua dos Arrependidos, o nome do Iglesias ao Caminho do Calhau, o nome do Carlos Pereira ao Beco dos Ausentes e o nome de José Socrates à Rua do Santo. Guardando para si o Beco do Tremoceiro com direito a selfie com o Antonio Costa.

Anónimo disse...

Quem luta pela Justiça nesta terra é enxovalhado publicamente. Ninguém se pode admirar que os madeirenses tem direitos semelhantes a escravos que nem sequer são aplicados. (Sim os escravos na Roma Antiga tinham direitos).
Também admito que muitos destes comentários podem ser de profissionais do teclado pagos com os nossos impostos com o objetivo da população não ser informada, desincentivar a cidadania activa e fazer com os cidadãos não exijam que os seus direitos sejam respeitados.
Comigo como líder, esses profissionais irão desesperar por ter direitos, especialmente aqueles direitos que tanto combateram para tirar aos outros, como por exemplo,o direito de falar.

Anónimo disse...

Gozam da ciclovia, mas isso é um dos pormenores do plano de Mobilidade para o Funchal da Rubine. Esperem pra ver.

Anónimo disse...

Já chega de "cubanos" com nome de ruas na Madeira. A última é mesmo "descarada" dar o nome no Amparo ao maior sinistro português de todos os tempos. Só não vendeu esta ilha porque tinha aqui gente com "tomates".

Anónimo disse...

Engraçado que nos comentários ninguém fala do incumprimento da deliberação aprovada pela CMF, em atribuir o nome de um arruamento ao General Sousa Dias que comandou a revolta da Madeira contra um regime fascista que não respeitava os direitos dos madeirenses! Não esquecer que esta deliberação foi aprovada em Abril de 2011. Já se passou 6 anos e não se respeitou o que foi aprovado pela CMF.

Anónimo disse...

Toda a gente e a maioria da população em geral já tem em mente que este Movimento e este Lider apenas foi criado com o intuito de enxovalhar e denegrir o Professor Cafofo mais nada.
Por isso até Outubro estão na sua zona de conforto e a realizar os seus objetivos criando raiva e deitando baba.
Ser deportado doeu muito, não.
Alguma vez esta criatura com esta raiva tem condições sequer para variador? Hoje sim, todos os dias da semana o Funchal seria estaria em cacos e um deserto pois já tinha afugentado todos os investidores, comerciantes e turismo. O Funchal seria o Porto Santo no Inverno.

Anónimo disse...

O que Mário Soares fez pela Madeira??? Zero..
Para além de salvar o seu filhinho de tráfico de diamantes e marfim só se preocupou com a sua barriga em tudo o que fez ...

Anónimo disse...

Os cafofianos queriam paz e sossêgo até outubro, mas penso que não vai ser possível. Se bem conheço o dr. Gil Canha que combateu a ditadura jardinista, e agora sabendo do apoio do nosso Bokassa a cafôfo, a denúncia das mentiras e falsidades dos cafôfos vai continuar! Estou admirado é com a postura do Bloco de Esquerda que combateu a ditadura fascista do Bokassa, e agora está calado que nem ratos!

Anónimo disse...

Para não falar da estranha morte de Humberto Delgado, que só beneficiou as aspirações políticas do então jovem Mário Soares!
Onde é que já se viu dar um nome de uma avenida a um cubano que nada fez pela região , uma coisa é Sa Carneiro, outra é isto

Anónimo disse...

Óh anónimo das 23:51?! A Raposa Pelada ou Miss Campanário é o nome que o grupelho do Canha dá ao sr. Presid da Câmara. Vou votar na Rubina porque ela respeita e sabe respeitar os outros adversários.

Rui disse...

Gostava de entrar na brincadeira mas só vejo caras tapadas!!! Porquê tanto anonimato? Já diz o povo que quem tem cu tem medo!!

Anónimo disse...

Ó das 14.24, para imbecil só lhe faltam as penas.

Anónimo disse...

Mas quer comparar a doutrina deixada por Sa carneiro com a mal criadice e ordinarice que era Mário Soares?
Um traficante de diamentes e marfim, que só foi primeiro ministro porque Humberto Delgado morreu primeiro e depois Sa Carneiro assasinado pelos norte-americanos pois Mário Soares servia melhor os interesses americanos.

Anónimo disse...

A verdade escondida pelos meios de comunicação. Durante aquela semana pôs morte deviam ter dito a verdade toda sobre a vida deste senhor ...

Anónimo disse...

Ah, afinal nem faltam as penas.

Anónimo disse...

Olha o Rui o Temerário das 15:03. Diz-me cá ao bebé! Onde andavas tu nos tempos do jardinismo? A lamber botas? Escondido? Acagaçado nalgum buraco? Diz aqui ao anónimo onde andavas e depois falamos...

Anónimo disse...

Sá Carneiro adorava a Madeira e vinha cá descansar sem falar que era um grande Autonomista , não como o como este balofo que sempre teve palavras de maldade contra a Madeira

Anónimo disse...

O Cafofo repudiou uma decisão camarária antiga, será que os vereadores que vêm a seguir também vão mandar para as urtigas as decisões destes engana cristos?

Anónimo disse...

A decisão camarária é de abril de 2011, porque não foi aplicada nesse ano, ou em 2012 ou até em 2013?
Uma dúvida, quem contribuiu para o 25 de abril não contribuiu para o País inteiro?
Quando o azedume tresanda perde força e crédito.

Anónimo disse...

Sá Carneiro adorava a Madeira e vinha cá descansar?
Mas isto agora virou Casa de Repouso e Albergue de Cubanos para ser dado nome de Avenidas e Rotundas?
Quantos Estrangeiros veem cá dezenas de vezes.
Argumento tarouco, o comentário das 18,37h

amsf disse...

“Considerando que no passado dia 4 de Abril de 1931, comemorou-se os oitenta anos da Revolta da Madeira"

Nem com uma chamada de atenção, que curiosamente é das poucas não "anónimas", perceberam que o texto deve ser corrigido!!!

Daqui a uns anos, um pequeno da escola vai encontrar aquele texto, e depois de usar a calculadora, vai concluir que a chamada Revolta da Madeira aconteceu em 1851!!!

Anónimo disse...

Não concordo com o sr. Canha, a Avenida deveria chamar-se AV. Paulo Cafofo, o construtor do Lido, Palácio da Justiça e o salvador das Zonas Altas.

Anónimo disse...

Palerma este Cafofo... Idiota!
Com tanto por fazer, anda a brincar aos novos nomes de Avenidas já mais que inauguradas...
Tristeza de Câmara...

Anónimo disse...

Julgo que nem as cadeirinhas da escolinha ele é capaz de ocupar... Quanto mais o poder!
Nunca mais chega Outubro...