quinta-feira, 30 de março de 2017

A visita




Curvados e de chapéu na mão




Cada vez que arribam à Tabanca uns figurões de Lisboa, ei-los os pavões indígenas em bicos-de-patas à procura de posicionamento para ficarem enquadrados na fotografia e no plano da câmara de TV. Para isso, precisam de 'trabalhar' as vedetas visitantes, talhando programas a preceito.
O primeiro dia em que António Costa andou por aí, só deu Cafôfo. A inauguração de uma lojeca de munícipe, hoje em dia banal em qualquer aldeia de província, serviu para um espavento que deu brado. O Mayor, para garantir exclusivo nas imagens do dia, agarrou-se ao primeiro-ministro e passou as suas recomendações propagandísticas às plataformas, tão bem aceites que ninguém viu ou televiu uma manifestação que protestava precisamente contra o exibicionismo eleiçoeiro de Cafôfo.
O Mayor estava com o sr. primeiro-ministro e na Região só existia ele, Mayor. Nem presidente do governo nem presidente de Assembleia. Nem sequer os peões que puseram o Mayor em Mayor. Nem sequer o líder do PS, partido que meteu Cafôfo nestas andanças e que, supostamente, deveria estar agora na zona do arame farpado onde se trata das eleições autárquicas.
Supostamente. Pois. Afinal, já se percebeu que os pavões de cá invocam o santo nome de Costa para imporem a sua estratégia na tabanca. Se já se percebera que Paulo Cafôfo anunciou a recandidatura deixando aos outros a prerrogativa de o apoiarem ou não, incluindo o PS, agora ficou tudo mais claro. Quem apareceu a brilhar ontem foi Filipe Sousa, ao almoçar em Santa Cruz com Costa, evidentemente com ementa escolhida por Cafôfo. E vai Filipe de explicar à TV que sim senhor, tratou do apoio do JPP à candidatura de Cafôfo. Traduzindo: é Costa e é Filipe Sousa em Santa Cruz na negociação do apoio ao Mayor do Funchal! 
Pergunta-se: o PS-Madeira tem líder? 
Cafôfo tem cada vez mais força para desconsiderar quem julga que manda nos socialistas, e vai entrar pela porta grande no partido, depois de Outubro. Tal como alguns vêm dizendo há muito.
António Costa ainda teve tempo de gozar na curta visita com estes pavões. Disse que é meio hospital e mais nada. Pergunta-se: é o mesmo meio hospital prometido no Cavacas ou é a segunda metade? É que se for mais meio, dá hospital inteiro. Carlos Pereira precisa de saber se pode fazer mais um cartaz a reforçar o 'juntos conseguimos'.
Lastimável. Muito a sério. Esta política regional conseguiu o fenómeno de baixar não sei quantos furos em relação ao passado.
Veja-se Miguel Albuquerque. Depois do criticado 'alapanço' de Cafôfo, com braço por cima de Marcelo, durante os incêndios, eis o chefe Blue a fazer o mesmo, no penoso banho de afectos no aeroporto - que aliás contrastou com o comportamento do homenageado do dia Cristiano Ronaldo (nem um aceno à multidão nem um sorriso às crianças que gritavam pelo seu nome). Albuquerque andou lado a lado com o Sr. PR, fez-se às selfies e às câmaras. Cafôfo, agora perigo número um, estava a léguas. Enfim, uma tarde ideal para as tais revistas de cabeleireiro.
Grandes autonomistas que até para tirar o retrato precisam de artistas convidados?

12 comentários:

Anónimo disse...

Ai azia, azia logo pela manha.
Venham cá a Minha Aldeia que temos vários Muros entre os quais o das Lamentações.
Feliz quinta-feira e como dizia o nosso carequinha..... não é esse que estão a pensar, é o outro o do Continente que está ao fundo da Rua da Carreira - PAZ PARA TODOS!!!

Anónimo disse...

O Leandro Redondo bateu com a porta ? Ou será que bateu com a cabeça nalguma porta? Como tudo na vida deve haver moderação, até no carrascão de Santarém

Anónimo disse...

Optimo, excelente noticia a do Leandro Redondo ter batido em algo, assim é menos um Cubano na Politica Regional.
Como dizia a pouco tempo o nosso Governador Miguel PROMESSAS, a Madeira é dos Madeirenses.
Um Bem Haja

Anónimo disse...


A presença do primeiro ministro em gaula no almoço com o jpp não foi um encontro de agradecimento de coisa nenhuma. Foi uma presença partidários em carro oficial com interesses politico partidários.
Que sentido fez as palavrar do presidente da jpp no final a dizer que " sera bom o ps não concorrer em santa cruz" e que a " jpp ia apoiar o ps em todas as câmara municipais onde a jpp não concorresse".

Normal isto ?

Estas declarações do presidente da jpp são são de quem diz que o almoço pago pela câmara municipal de santa cruz e vamos ver a fatura deste dia 29 de março de 2017 e para quem anda distraído é bom que peçam copia desta fatura para ela não ser metida noutro almoço do tipo funcionários em festa de natal, não foram por acaso.

O sonho do presidente da jpp é acabar com o ps em santa cruz vingança pessoal a quem lhe retirou o tapete quando ele , presidente da jpp. ser deputado.

Lembram-se da birra, se não vou para deputado então saio do ps , o Gil França , que venha esclarecer.

Então vai dai e toca a almoçar com o primeiro deste pais .

E as declarações não ficaram por ali , o presidente da jpp também disse que o " cafofo tem feito um grande trabalho no funchal e por isso merece ser reeleito daí a jpp, que não tem gente suficiente para apresentar uma candidatura, vai apoiar, desinteressadamente, o cafofo e o primeiro ministro já acertou a candidatura do cafofo.

A propósito sabem quem vai ser o mandatário do cafofo pelo funchal ?

Resposta : O António costa , não nada disso será o primeiro ministro líder do ps nacional.

Andam todos a deitar areia nos olho do povo como veio o secretário geral da jpp dizer que o almoço foi de agradecimento da câmara municipal e nada teve com a jpp, porque a decisão de apoiar o cafofo vai ser tomada pelas bases da jpp .

É assim ? quem pensa que acredita nisto. só pode ser mesmo o irmão mais novo e secretário geral da jpp.

Estamos atentos quer ao ps quer a este tipo de gente e lembrem-se ainda vamos a tempo de reunir um grupo de munícipes de santa cruz a apresentar uma candidatura de esquerda a esta câmara municipal.

Vamos ver como o ps reage e em particular o seu representante em santa cruz o sr.º Gil.

Olho vivo

Anónimo disse...

O Cafofo a léguas? Estava lá no Aeroporto, na primeira fila. É claro que o Ronaldo não o reconheceu. Pensou que era um segurança.

Anónimo disse...

Será que o Pereirinha já se convenceu que não risca nada no PS ?
Até para a coligação no Funchal, vem o Costa de Lisboa conversar com o meia-leca de S. Cruz. Será que também prometeu o apoio PS aos JPP's no seu conselho de estimação ?
O Pereira achou que o Costa se esquecia do levantamento de rancho, quando Lisboa disse que era o Trindade, e o Pereira que não que era ele, que na Madeira mandam os de cá, blá blá blá ?
O Cafofo tem agora via aberta. Se ganha à Rubina tem via aberta para chutar o Pereirinha para canto. Se perde, estampa-se ao comprido.
Para o nosso mayor é tudo ou nada.
Foi o recado do seu bom "amigo" Costa.

Anónimo disse...

Os lacaios por natureza não têm coluna vertebral! Como são invertebrados fazem qualquer exercício que lhes permite lamber as botas dos seus senhores!

Anónimo disse...


O PS-Madeira é e sempre foi um problema para o PS Nacional. Salvo dores de cabeça, nunca deu ao partido um resultado eleitoral sofrível, nem um único dirigente aproveitável ou quadro de valor.
Se não fosse escandaloso, Costa reatava a tradição da monarquia liberal e das 1.ª e 2.ª Repúblicas e exportava para o círculo eleitoral da Madeira gente mais urbana da metrópole.

No meio desta desgraça sem solução o Costa teve uma epifania de futrica: O Exmo. Senhor Professor Paulo Cafôfo.
Parece o Deputado Jaime Leandro (mais familiarizado com as virtudes do Exmo. Senhor Professor Paulo Cafôfo) já avisou que a coisa vai dar para o torto, mas para Costa tanto faz, ele sabe bem que não se endireita a sombra de uma vara torta.

Anónimo disse...

A cerimónia do Cristiano Ronaldo tornou os ilustres participantes homens muito pequeninos. O Albuquerque porque teve coragem de mudar o nome do aeroporto contra a vontade dos madeirenses. O Presidente da Republica , o Primeiro ministro e o Cristiano Ronaldo, porque não tiveram a coragem de se demarcarem da ideia ridícula do Presidente do Governo Regional e recusar participar na homenagem.

Anónimo disse...

Achamos que o PS Santa Cruz bem como o PS Regional, tem que vir a terreiro explicar-se, para o seu próprio bem.
Não faz sentido nenhum o PS apoiar a JPP em Santa Cruz, depois de tudo o que disse e depois do afastamento dos seus eleitos na Assembleia Municipal, ficaria muito mal visto.
Para cometer essa burrice e desaparecer do panorama concelhio, já bastou o CDS que apoiou o JPP e agora já ninguém os conhece nem se lembram deles. Se o CDS resolver novamente apoiar o JPP, desaparecem de vez.
Esperemos que haja um pouco de tino nas cabeças do PS.
Alguém que se desvinculou do PS, que formou um movimento de cidadãos que posteriormente transformou em partido, que só prejudicou o PS no Concelho, vir agora pedir que não concorram, é caso para dizer que, está a ver o tapete a fugir-lhe debaixo dos pés.
Depois do que o PS passou com este senhor (que lhe retirou um grande número de deputados na ALM), se ainda o vem apoiar, então despeçam-se de vez no Concelho de Santa Cruz.
Haja um pouco de coerência.

Anónimo disse...

Que tristeza viver nesta ilha!
É muita incompetência junta meu deus.

Anónimo disse...

O povo tem os dirigentes que merece