sexta-feira, 24 de março de 2017

Ferry em causa



JSD Madeira repudia posição 
da Ministra do Mar


A JSD Madeira repudia a posição da Dra. Ana Paula Vitorino, Ministra do Mar, relativamente ao estabelecimento de uma linha ferry entre a Região Autónoma da Madeira e Portugal continental.

Lembramos que, independentemente dos valores que possam estar em causa, o artigo 10.º do Estatuto Político-Administrativo da Região Autónoma da Madeira é claro: compete ao Estado, de acordo com as suas obrigações constitucionais, corrigir as desigualdades estruturais, originadas pelo afastamento e pela insularidade.

Note-se ainda que a Sr. Ministra do Mar descarta por completo a alínea g) do artigo 9.º da Constituição da República Portuguesa, o qual aponta como tarefa fundamental do Estado: " Promover o desenvolvimento harmonioso de todo o território nacional, tendo em conta, designadamente, o carácter ultraperiférico dos arquipélagos dos Açores e da Madeira".

A Ministra do Mar confunde, ainda, livre circulação de bens e mercadorias, com livre circulação de cidadãos portugueses dentro do próprio território nacional, circulação essa que deve ser assegurada de todas as formas possíveis por forma a dar cumprimento ao primeiro parágrafo do artigo 44.º da Constituição da República Portuguesa: A todos os cidadãos é garantido o direito de se deslocarem e fixarem livremente em qualquer parte do território nacional.

Pergunta-se assim, como é possível garantir tal direito se Madeirenses e Açorianos são monopolizados nas suas deslocações pelas companhias aéreas?
Texto: JSD-M

20 comentários:

Anónimo disse...

João Vares está na altura de melhorares o teu português.

Anónimo disse...

os renovadinhos prometem as coisas, mas quem tem que cumprir é o governo de lá. Era tão bom ver o Passos Coelho a governar para ver estes renovadinhos a dizer que eram amigos dele.

Anónimo disse...

Só falta dizer que deverão ter o carro como meio de transporte entre a Madeira e o continente

Anónimo disse...

Quem prometeu o ferry ataca agora?...claro que foi uma promessa para ganhar votos e têm de a fazer cumprir até fim de mandato.....os 38% nas sondagens obrigam...

Anónimo disse...

E eu repudio todo caciquismo que a JSD simboliza, repudio toda esta escolinha de máfia no bom sentido, todo o carneirismo, seguidismo e lambebotismo e carreirismo, toda a vossa falta de cultura, de ética e ideias.
Repudio a vossa hipocrisia, as palas que têm nos olhos, o vazio que têm nas cabeças e repudio a poeira cínica que continuam a tentar mandar para os olhos das pessoas a troco de quê? A troco de lugares na função pública. Repudio tudo isso.

Anónimo disse...

A ministra pode até confundir muita coisa. Mas o GR anda muito mais confuso. Senão, vejamos: O sr. Presidente do Governo disse que havia 5 interessados, depois 7, depois 3, mas afinal ninguém concorreu porque o ferry era inviável. E agora vem "cramar" este cromo a dizer que os senhores de lá são maus para Madeira e que são os culpados de não haver ferry. Não me admira nada, se os próprios madeirenses disseram que era inviável, estavam à espera de quê? Já dizia a minha avó: "quem muito se abaixa..."
E estamos nós entregues a estes gajos...

Anónimo disse...

Oh Carolina/Hernani parem de se esconder nas redes sociais e comecem a participar nas atividades . Estão vivos?

Anónimo disse...

http://www.psmadeira.pt/noticias/797-carlos-pereira-apresenta-temas-prementes-a-ministra-do-mar

Anónimo disse...

"Vilão Livre"
desculpem lá os meninos (as) entendidos da jsd, mas essas palavras bonitas sobre artigos da Constituição x, estatutos p. administrativos y,etc / etc, 5,7 interessados na linha ferry, depois ninguem. O que houvimos foi uma ministra dizer que o sr secretário com responsabilidades nesta máteria lhe disse que a propria linha era inviável ahahahah andamos a brincar. foi o mesmo sr que disse que temos o melhor carnaval do mundo ahahahah depois é o bote que falta no avião. desculpem andam a brincar.
bom-fim-semana

Anónimo disse...

A ministra, segundo o DN, também disse que as taxas portuárias, eram um entrave aos interessados. A JSD podia, no real interesse de todos nós, fazer comunicados repudiando as taxas cobradas!

Anónimo disse...

Eu sempre disse: se isto fosse coisa boa, os Sousas já tinham a linha ferry há muito.
É como os autocarros. Só funciona com indemnizações compensatórias.
Quem as prometeu que as pague. E assim o governo de lá entalou o governo de cá. E o Pereirinha vai dizer que se o governo regional fosse PS, a coisa setia resolvida. Tretas para enganar vilões.

Anónimo disse...

Prometeu deve cumprir. Tudo p que de mal acontece é culpa da capital.Essa já não pega.

Anónimo disse...

E eu a pensar que JSD já estava morta, qualquer dia já não tem militantes. O filho do médico que nunca aparece no trabalho já está licenciado para ser o presidente dessa treta? Ele escrevia tretas diárias dos renovadinhos. Bruninho Bruninho

Anónimo disse...

Eu sempre disse que se isto fosse bom negócio, a linha ferry já era dos Sousas à muito tempo.
É como nos autocarros. Só lá vai com indemnizações compensatórias.
Porque raio hei-de eu pagar para uns privilegiados irem fazer férias para o continente europeu com o seu carro ?
Querem ir, aluguem um pó-pó.

Anónimo disse...

Cuidado alguém vai tomar conta da jotinha...cuidado

Anónimo disse...

Meu Deus. Ao estado que que chegou a minha JOTA. Deplurável.

Anónimo disse...

Esta jota merece ser acabada de vez, só sabem dizer mal uns dos outros em vez de mostrar serviço, sou de c.lobos e a lider nao faz nada, é so mostrarshow off. Pede desculpa e sai.

Anónimo disse...

É assim mesmo JSD Madeira! Sempre ao lado do partido! Deixem falar mal. Enquanto falarem é sinal que vocês são importantes! E vão mostrar a vossa força agora nas Autárquicas!
Força JSD, força André!

Anónimo disse...

O ódio em excesso é um amor encoberto....
Pa frente JSD Madeira!

Anónimo disse...

Vamos alargar a idade de entrada na Jota para tu poderes voltar a entrar... Aí deixa de ser "deplurável" e passar a ser "deplorável"...
Ahahaha