segunda-feira, 27 de março de 2017

Lindo postal funchalense!




Para quando a reposição 
da calçada portuguesa?


Até quando entende a CMF manter neste estado o passeio na 31 de janeiro, do lado oposto à ribeira, afastado de qualquer intervenção?

Os munícipes, pouco dados ao civismo e urbanidade, de acordo com vários comentadores, quando se aborda matéria de zelo camarário, estão obrigados a circular em passeios nestas condições?

É isto exemplo de valores, cumprimento de regras e respeito pelos cidadãos?

Maria Mendonça

4 comentários:

Anónimo disse...

Bolas a Maria deve ter problemas com o corpo.
E não reparou que ao lado ao FIM DE 7 ANOS, sim 7 Anos, ainda se encontra por regularizar os Muros de Suporte da Ribeira e que o nosso Querido Governo do Miguel PROMESSAS anda a espatifar todo o dinheiro que foi doado nas mesmas e procedendo a destruição daquilo que foi o legado dos nossos antepassados.
Se a D Maria se virar para o outro lado, mais parece que está na Siria.
Realmente aquele velho ditado será a sua resposta:
Quando queremos pegar, até as pedras da calçada incomoda!!
Diriga-se mesmo ao lado a Rua Fernão Ornelas tem existem muitas lojas de Optica.

Anónimo disse...

tenha calma as obras da ribeira ainda não acabaram, essa intervenção fica para o fim o que é normal nesse tipo de obras.

Anónimo disse...

O desespero dos renovadinhos já inventa Maria's para ninharias lololl é triste

Anónimo disse...

Lá se foi mais uma passarele para a Miss Campanário!