segunda-feira, 20 de março de 2017




Testa de Ferro na parreira

A propósito da negociata da venda de Champanhe à Câmara Municipal do Funchal, sei que o sr. Duarte Caldeira andou pelas redes sociais a carpir mágoas, acusando-me de ter desferido um sórdido ataque à sua família. Esta técnica de se defender por detrás dos sagrados valores de família é uma técnica de vitimização lamecha, pela qual não me deixo enredar, e explico:
Quando fomos defenestrados da Câmara Municipal do Funchal, em 2014, as pessoas que defenderam a tomada de assalto dos Nationalsozialistische de Vitor Freitas e de Paulo Cafofo, foram precisamente o sr. Duarte Caldeira, militante do PS, o sr. Duarte Caldeira, filho, Presidente de Junta de Freguesia de São Martinho, e Andreia Caetano, esposa deste último, e candidata a vereadora pela coligação Mudança, e actualmente adjunta da presidência da C.M.F. 
Deste modo, os meus alvos são políticos, andam metidos na política, e pior ainda, assaltaram o poder para usufruir das suas benesses, já que anteriormente, toda esta gente andava economicamente nas ruas da amargura. Por isso, o sr. Duarte Caldeira não venha carpir mágoas nem lamber feridas para o meu lado, que não pega, aliás, como dizia Harry Truman, “Quem não gosta de calor não trabalha na cozinha!”
Mas, o que mais me preocupa, é que além desta aquisição vergonhosa de garrafas de champanhe, há outras “coisas estranhas” que envolvem a sua nora, Andreia Caetano, que me deixam perplexo e apreensivo, como também não sei (nem me interessa saber) qual será a justificação que irão apresentar ao Tribunal de Contas. (Já sei… o Tribunal Constitucional é que fechou o PND porque o Gil não apresentou contas, blá, blá… o Gil ressabiado e vingativo… blá, blá, o herdeiro rico… blá, blá… nunca fez nada na vida…blá, blá - só a pensar, já me estou a divertir com os comentários que a bicharada cafofiana vai aqui  lavrar furibunda! Hi,hi, hi…)
E os factos são estes: um desconhecido advogado da nossa praça, funcionário do governo, e amigo-de-peito do irmão de Andreia Caetano, chamado Rui Miguel Candelária Bettencourt, tem “papado miraculosamente” nestes últimos anos e por ajuste directo, quase todos os processos jurídicos da Câmara, do sr. Cafofo.
 Em 2015, foram quase 30 mil euros em honorários judiciais, em 2016, a parada subiu para quase 50 mil euros, e este ano, só nestes três meses, já saíram dos cofres camarários, uma “batatada milionária” que já ultrapassou os 15 mil euros (nem o Guilherme Silva, nos seus tempos áureos, conseguiu tamanha façanha).
Basta consultar as atas da autarquia, para se constatar que muitos vereadores já manifestaram o seu repúdio e desconfiança por este favorecimento extravagante e continuado a um advogado estranho às barras dos nossos tribunais e sendo desconhecidos os seus “assombrosos” dotes jurídicos, designadamente em matérias de manifesta complexidade, como é o caso do Direito Administrativo. 
Mas quem sabe, se na nossa ilha temos um prodígio oculto da ciência jurídica de Marcelo Caetano e de Freitas do Amaral, que por obra do Espírito Santo aterrou candidamente no fertilíssimo terreno dos Caldeiras, batendo fofamente com a sua testa-de-ferro numa parreira de vinha do avô, que segundo alguns entendidos, dá os melhores néctares da região, apesar de alguns maledicentes defenderem que é bom para polir metais e desincrustar canalizações.
Gil Canha

44 comentários:

Anónimo disse...

O senhor Caldeira é conhecido em todos os restaurantes da Madeira como uma pessoa impossível de fazer negócio. Não há restaurante nesta terra que lhe compre um litro de vinho. Vende aquilo a preço de ouro.
Se não for a CM Funchal, Prof Cafofo e a nora Andreia o vinho vai enxurrar.
Gil não diga mal. A malta só está a dar um jeitinho.

Anónimo disse...

Mais uma pouca-vergonha da tralha cafofiana que assaltou o poder na CMF expulsando os vereadores que queriam varrer com a corrupção que já existe há muitos anos na autarquia do Funchal! Eu gostaria de saber o que pensa o Bloco de Esquerda destas poucas vergonhas! Ou o BE trava esta pouca vergonha, ou eu nunca mais voto Bloco de Esquerda!

Anónimo disse...

Já chamei a atenção desta questão nas reuniões de vereação. Por exemplo, o sr. Dr. Alves Teixeira levava 1000 euros por mês e era criticado, este sr. Advogado leva quatro vezes mais. Tirem as ilações!

Anónimo disse...

Brilhante! A minha mãe já começou a rir à gargalhada, ela diz que talvez sirva para limpar pratas.

Edgar Silva disse...

Muitas vezes na politica...quem está na poltica deve ter cuidado com estas cosinhas...

Anónimo disse...

Ah! Ah! Ah! GRANDE GIL!!!!

Anónimo disse...

Esta Câmara é uma vergonha, só favores, só cunhas, só entrevista, só notícias, só propaganda e tudo Show OFF.
Trabalho no terreno é zero. Se não fossem as redes sociais, o diário de notícias e a publicidade, nem dávamos por eles, porque na pratica nada se faz.
Que bom que está a terminar, agora é sempre a descer.....

Anónimo disse...

Era melhor o sr. Eng. Duarte Caldeira não se meter com este gajo, ele é o diabo com correntes e forquilha.

Anónimo disse...

mais um ataque ao cafofo aqui no blogs precisamente horas depois de anunciada candidatura da Drª Rubina Leal a Câmara do Funchal.....
Cafofo,.... ja fostes!!

Anónimo disse...

Caldeira é escândalo atrás de escândalo perante uma comunicação social amordaçada. É o caso da compra milionária do seu próprio champanhe, o total abandono da nossa freguesia, as adjudicações ao cunhado, jantaradas da mudança que ninguém sabe quem paga. Que mais terá feito Caldeira?

Anónimo disse...

É o verbo mamar... isto mete nojo! E a câmara com tantos juristas não fazia este serviço?

Anónimo disse...

Alguém me pode dar o contato deste advogado para eu resolver um problema, mas mais baratinho!

Anónimo disse...

O Guidabloco que é todo correto como é que vê esta pouca vergonha???? Digam lá???? O sr. Roberto apoia estas práticas??? Onde está a coerência destes senhores???

Anónimo disse...

Cafofo, Caldeiras - pai, filho e nora -, advogado amigo do filho com CMF por cliente. Pagamentos a Advogado €30.000,00 + €50.000,00 + €15.000,00 = €95.000,00.
Isto não são honorários. São bucados de um passado de má memória trazidos até nós para nos lembrarmos de como são, senpre foram e serão degradantes e insaciáveis os politicos - especialmente em democracias populistas como a nossa.
P.S. Dão-se alvíssaras a quem adivinhar os nomes dos advogados protegidos do Governo de Miguel Albuquerque. Não se espantem de entre eles se contar um irmão dum Sr. Secretario Regional.
De certo modo todos têm uma Caldeira a ferver dentro de si. São 500 anos de fome e miséria. Estais perdoados.

Donato Macedo disse...

Boa Gil!
Desmascara essa malta, os muchachos, e os demais apaniguados da esquerda "caviar", que com eles chafurdam a tributação dos funchalenses. Esse reviralho precisa de creolina "em peça" em Outubro, ainda que incrementem (ainda mais), o despejo sôfrego de dinheiro para prostituir informação no diário do Blandy.

Anónimo disse...

Bom dia o Vinho Terras do Avô nunca foi bom, só é bom para o Eng. Duarte Caldeira, para ele o melhor do mundo, mas até aí compreendo-o. O problema é que ninguém o compra por não ser bom e principalmente por ter um preço extremamente elevado para a qualidade. Além do mercado estar infestado (passo a expressão) de vinhos tintos com preço qualidade excelentes, também percebo que temos de aderir aos produtos regionais e sou totalmente de acordo mas tem de ser preço/qualidade senão vai continuar engarrafado.

Anónimo disse...

A nota do Gil contra ele mesmo está divinal.

Anónimo disse...

A lei de Orçamento de Estado para 2017 diz o seguinte:

Art.º 50
Estudos, pareceres, projetos e consultoria

1 — Os estudos, pareceres, projetos e serviços de consultoria,bem como quaisquer trabalhos especializados e a representação judiciária e mandato forense, devem ser realizados por via dos recursos próprios das entidades contratantes.

2 — A decisão de contratar a aquisição de serviços cujo objeto sejam estudos, pareceres, projetos e serviços de consultoria ou outros trabalhos especializados, incluindo a renovação de eventuais contratos em vigor, apenas pode ser tomada pelo dirigente máximo do serviço com competência para contratar, em situações excecionais devidamente fundamentadas, e desde que devidamente demonstrada a impossibilidade de satisfação das necessidades por via dos recursos próprios da entidade contratante ou de outros serviços, organismos ou entidades da Administração Pública, no quadro do mesmo ministério ou de serviços partilhados de que beneficie o serviço com competência para contratar.

3 — O disposto no presente artigo é aplicável às autarquias locais, com as devidas adaptações, no que respeita à competência para tomar a decisão de contratar, nos termos a definir no decreto -lei de execução orçamental.

A competência nas autarquias é de quem tem a competência para autorizar a despesa.

Logo´, tendo a Câmara Municipal nos seus quadros jurista mesmo que não estejam inscritos na ordem dos advogados estes têm por lei (código dos tribunais administrativos ) a competência de representar a câmara municipal logo a contratação de advogados fora é ILEGAL.



Olho Vivo

Anónimo disse...


Parabéns Gil Canha, bem escrito e com o toque de uma dentadinha suave e um cheiros a frutos pouco silvestres e uma dor divinal.

Assim se faz o melhor vinho que se escreve nesta terra que do avó já nada tem mas sim do que se comemora como sendo dá cá o meu o resto não conto o que importa é vender vinho à administração pública.
Vamos ver quanto vinho foi vendido à junta de freguesia do neto do terras do avó.

Curioso para saber desse negócio in hause.

Onde anda a oposição ?

Anónimo disse...

Gil, eu vou votar em si. Não quero que você seja presidente da câmara, mas quero muito que você seja vereador para continuar a denúncia de irregularidades e arbitrariedades que as últimas vereações foram useiras e vezeiras.

Anónimo disse...

Depois disto não voto mais em PS nem Bloco eram os partidos que eu me socorria.

Anónimo disse...

muito bom, ao tempo que pessoalmente desejava que esta tramoia dos advogados, que mete Andreia Caetano e seu irmão fosse denunciada. Aleluia, Bem Haja!

Anónimo disse...

Por favor, espero que esta situação escandalosa, à muito falada à boca pequena no Funchal, já tenha sido devidamente denunciada no ministério publico, isto é de uma gravidade exorbitante mesmo.

Anónimo disse...

bebi esse espumante na inauguração da sede do Bloco e gostei

mais também não sou um especialista , mais comparado com Ganita que estou acostumado digo que borbulha mais e é melhor

Anónimo disse...

É de ficar estupefacto com esta noticia, isto devia ser capa de diario, ha aqui contornos de corrupção escabrosos, uma autentica rede montada que nao lembra ao menino Jesus, ou seja, o tal Candelaria é sócio da Andreia Caetano, adjunta de Cafofo e esposa de Duarte Caldeira? esta gente andou a ter aulas com o socrates? Cadê o ministerio publico? O tribunal de contas?

Anónimo disse...

Anónimo 21 de março de 2017, 00:39

"Coitados","Silvados", "Fradinhos", "Pravdas", "Brazonados" e "Piscapolos"?

Anónimo disse...

Mas o Candelária é do escritório do deputado Brazão?

Anónimo disse...

Vejo sempre o Rui Candelária sempre na companhia do irmão da Caetano, mas qual o problema?! Já não podem ter negócios com a Fofa das Terras do Avô!?

Anónimo disse...

Passei agora no Seixal e vi um senhor debaixo de uma parreira de vinha, parecia atordoado. Alguém pode chamar o 112?

Anónimo disse...

Cada vez percebo mais porque razão puseram na rua a dra. Filipa, o enf Edgar e o sr. Canha, era para cozinharem estes arranjinhos à vontade. E a esposa do Miguel Gouveia que trabalha no Tribunal de Contas o que diz a isto? tenho dito

Anónimo disse...

A Caetana é que manda na Câmara mais o Iglesias, é por isso que está tudo de pernas para o ar...

Anónimo disse...

E a Divisão de contratação nada faz? Será pelo facto da chefe ser amiga do iglesias?

Anónimo disse...

O Canha ou o Cafofo? Venha o Diabo e escolha!

Anónimo disse...

Se fosse para ser vereador que não tivesse se demitido. Na altura poderia ser vereador sem pelouros. Agora só em sonhos!

Anónimo disse...

Eu vou votar na Rubina Leal.
Nenhum dos outros merece o meu voto.

Anónimo disse...

A serio, isto ate da vontade de chorar, eu votei na Mudança, porque era precisamente contra este tipo de jogos de influencia, mafias e corrupçoes que na altura queriamos todos lutar, mas afinal fomos aldrabados, esta suposta rede da Andreia Caetano, o marido , o irmao, o amigo etc, são a prova como fomos enganados, burlados enquanto eleitores, a Mudança foi uma fraude é a conclusao.É de perder a fé na humanidade..

Anónimo disse...

Caldeira, tás a apanhar nas orelhas!

Anónimo disse...

Aviso: atenção leitores, não despejem vinho do Avô em canalizações entupidas porque o produto é muito forte e derrete os canos. Queria saber quem vai pagar os prejuizos na minha casa?

Anónimo disse...

Mas que pouca vergonha, exerço advocacia e mal ganho para manter o meu espaço aberto enquanto outros recebem este euromilhões. Esta pratica não é só na Câmara, a família contabilística/jurídica dum certo secretário regional também está a enriquecer a olhos vistos.

Anónimo disse...

E o Caldeira fica furioso qd entra num restaurante e vê alguem beber vinho do Continente. Interfere e chateia para o pessoal beber aqulela tentativa de vinho tinto da Madeira...e a preços de reservas do Douro
Vergonha

Anónimo disse...

Caldeira anda a brigar com tudo e todos no FB do Zé Vilão devido a uma piada ao espumante dele

um amigo de esquerda descaiu-se e me contou-me que a carta supostamente escrita pelo rapaz de Coimbra na verdade foi escrito por um simpatizante de esquerda que já vendeu charutos

e diz também que ele inventou uns perfis falsos criando uns personagens Ingleses que supostamente teriam sido mal tratados no hospital tudo para criar polemica

Anónimo disse...

Está tudo entretido com o sr. Caldeira mas estão a esquecer outro figurão das avenças do Cafofo. Um tal de Maurício Marques que com as suas empresas satélites está a faturar em tudo o que é apêndice socialista na terra: câmara do Funchal AMRAM câmaras socialistas vale tudo

Anónimo disse...

O Caldeira compardo com o Mauricio é um aprendiz.
Nem vereador quis ser, para poder faturar. Dos maiores piratas da terreola.

Manuela_a_Lusa disse...

Agora entendo por que motivo esse senhor me provocava . Como se diz no Brasil , ôoooooo desinfeluz . Não conseguiu .��Luis Calisto , meus parabéns pelo texto .