sexta-feira, 24 de março de 2017

Câmara consome megabytes de ouro em pó



Loja do Munícipe ou NASA?

A CMF adquiriu em Outubro software para a futura loja do Munícipe no valor de quase 100 mil euros, até aqui tudo bem, pois é necessário material informático. Mas eis que  meio ano depois a CMF lembra-se de comprar novamente material informático para a dita Loja do Munícipe e desta vez no valor de 320 mil euros, mas com outro fornecedor. Mas que raio, não vá uma pessoa pensar  que é preciso tanto material informático, será que é para ser uma loja do Munícipe ou um departamento da NASA?
Quase meio milhão nesta adjudicação de material? 
Será que  que em Outubro não previram a quantidade de material informático necessário? Meio ano depois têm de carregar ainda mais?
Dizem que aquilo irá ter 14 postos de atendimento, então terá  meio milhão de computadores até ao tecto?  Cada computador e software irá custar 28 571 €  ?
Alguém que nos explique isto pois está extremamente confuso.





Madeirense Justo

19 comentários:

Anónimo disse...

Empresas da Madeira convidadas, apenas uma. A única que concorreu.
A empresa do Câmara do DN.
As outras já sabiam. Nem valia a pena concorrerem.
De facto a mudança não mudou muito !

Anónimo disse...

e o dinheiro sai por empresários de confiança para pagar toda a propaganda

Anónimo disse...

em são vicente compraram computadores e desapereceram

Anónimo disse...

Sai bomba...hoje no jantar dos laranjinhas na ponta de sol havia militantes a dizer mal do candidato.

Anónimo disse...

Quem vai pagar aquelas jantaradas dos laranjinhas? Restaurante encumeada a servir esta mamadeira

Anónimo disse...

Oh diacho.
E não é que foi essa mesma empresa que em 27.09.2016 assinou um contrato no valor de 96.000 euros tb para a loja do munícipe e tb para software e também para a Câmara do Sr Cafofo e tb com convite as três mesmas empresas e tb foi vencedora a silverspheres.
Ele há coisas. A malta vai ser melhor andar de olho na campanha pois vai a carrinha do Cafofo vai andar espalhada em tudo o que é estampinhas e quinquilharias.

Consultar portal base para confirmar este contrato:

http://www.base.gov.pt/Base/pt/Pesquisa/Contrato?a=2488710

Era bom algum capa tentar saber quem são os sócios desta empresa. Isso ajudará a explicar este mistério.

Anónimo disse...

Cambada de invejosos. Que mal tem o Funchal ter um departamento da NASA, se futuramente até vai haver uns SERES VERDES oriundos de Gaula a governar?

Anónimo disse...

A silversperes nada tem a ver com a MCC. É do grupo da informar e XGT.
O muito falado Camara já vendeu a sua parte na MCC.

Anónimo disse...

Será mais uma empresa do Carlos Pereira recomendada pelo Filipe Menezes, daquelas que chuparam quase dois milhões de euros aos cofres da Câmara no Porto Santo em serviços que nunca prestaram??

Anónimo disse...

E a loja do munícipe vai ser inaugurada pelo Costa, que aliás só vem à Madeira para estar em iniciativas do Cafofo.
Mais uma chapada de luva branca no Pereirinha. E ele que tanto se esforça, mas o Costa só lhe dá secretários de estado.

Anónimo disse...

Pereirinha consegui-o para a Madeira a não vinda do Ferry

essa é que essa

Quanto Cafofo já se sabe que é aldrabão e a Guida como amiga e cúmplice também é

Anónimo disse...

O artigo é sobre 510 mil euros gastos em software para uma pequena 'loja' de serviços, e temos temos comentadore(s) a perguntar pela conta dos jantares do PSD. Desvio de atenções muito subtil. Nem se nota que foi feito pelo ministro da propaganda da CMF... ;)

Mas deixem-me aproveitar a onda, e desviar a vossa atenção para o seguinte: o vereador Miguel Gouveia, que alguns iluminados dizem ser a "alma" da Mudança (lol!), fez um ajuste directo de 18000€ a uma empresa unipessoal de Lisboa, para construção do novo website da CMF http://www.base.gov.pt/Base/pt/Pesquisa/Contrato?a=2282746

Tenho algumas questões que talvez os boys da Mudança possam responder:

- Qual a necessidade de substituir o website actual, feito internamente pelos técnicos da CMF, e que serviu bem o executivo anterior, e pelos vistos, servirá este executivo?

- Porque razão a CMF, com meia dúzia de fornecedores deste tipo de serviços a trabalhar a 50 metros dos Paços do Concelho, decidiu contratar por ajuste directo uma empresa de Lisboa, que não tem website, portefólio, ou qualquer outra prova de competência na área?

- Porquê logo uma empresa de pessoas associadas às máquinas partidárias do PSD e PS de Lisboa e Porto?

- E não menos importante: onde está o novo website, que deveria ser entregue em Novembro, conforme descrito no contrato?

Anónimo disse...

O anónimo das 15:35 pôs o dedo na ferida.A câmara gasta fortunas e material informático e curiosamente não faz a costumeira publicidade. Se a CMF estivesse a fazer uma grande aposta nas tecnologias já teriam vindo páginas e páginas no Diário a vomitar tretas. Gastar fortunas em tecnologia escondido é estranho.

Anónimo disse...

O Miguel Gouveia tem vindo a revelar-ser um sonso. Estas jogadas parecem piores que os tempos do Calado. O candidato devia ser o Paulino Ascenção, que era quem aguentava o barco antes de ir para a Assembleia da República. Espero que o Paulino esteja disposto a fazer esse sacrifício pelos Funchalenses.

Eu, O Santo disse...

Quanto ao site da CMF. Quanto a técnico, custo e conhecimentos para alterar o site não comento, pois pouco sei.
Posso dizer no entanto, que o site da CMF só permite certo tipo de requerimentos, e pelo menos um dos tipos de requerimento não funciona.

Anónimo disse...

Fartar vilanagem! Cafofo saíste cá um artista. Onde anda essa mudança tão falada? Nunca mais voto neste cafofo nem o pessoal da minha familia.

Anónimo disse...

Com esta Mudança, só mesmo o que mudaram foram as MOSCAS.

Anónimo disse...

O cafôfo está pior que no tempo da velha senhora! A que tempo isto chegou? Tem de ir para a rua em Outubro, senão os meus impostos é para a "mamice" do costume e pagar propaganda ao diário!

Anónimo disse...

O MP não lê a Fênix ? Ou a base de dados da contratação pública ?