quarta-feira, 1 de março de 2017

Grupo de trabalho Lisboa-Funchal-Ponta Delgada




Pedro Marques diz que problema da mobilidade não é só burocracia


O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, anunciou esta tarde que haverá um grupo de trabalho com membros dos Governo da República e dos governos regionais da Madeira e Açores para tratar da questão do modelo de mobilidade.

“O modelo tem muitas deficiências, para além das questões burocráticas”, disse a propósito do modelo de mobilidade da Região Autónoma da Madeira, dando razão ao vice-presidente do grupo parlamentar do PS, Carlos Pereira, que antes questionou a eficácia do modelo. “Era um modelo muito bom, que ainda não tínhamos chegado ao Governo e já estavam a pedir a sua revisão”, afirmou o governante.

Pedro Marques, que falava numa audição na comissão de economia da Assembleia da República, prometeu ainda um relatório no primeiro trimestre por parte da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) e Inspeção Geral de Finanças (IGF) sobre os modelos açoriano e madeirense para subsidiar as viagens aos residentes e estudantes.
Carlos Pereira, por seu turno, recordou que a revisão do modelo está a ser feita no parlamento nacional graças a dois projetos de resolução do PS e do BE apresentados, e questionou o ministro sobre as razões para a Madeira não ter mais companhias aéreas a operar nas rotas entre Funchal e continente. “A eficácia do modelo e a redução dos custos depende da concorrência”, analisou. “Por que razão é que o Governo Regional não foi capaz de atrair mais do que duas companhias para a Madeira, quando os Açores têm quatro?”, perguntou.
Texto PS

6 comentários:

Recauchutado disse...

Amigo Calisto chegou o blogue irmão gémeo de Renovadinhos. Vamos agitar as águas da Tabanca e, não só. http://recauchutadinhos.blogspot.pt/

Anónimo disse...

Este texto é de uma tendência extrema e só prejudica os seus autores.
É evidente que o Ministro concordou com todos os partidos e não apenas com o PS.

Anónimo disse...

Continuam à espera da Republica para resolver os problemas que eles próprios criaram. Se não temos mobilidade é graças ao Eduardo Jesus e ao Albuquerque.

Anónimo disse...

A Arrogância do Carlos Pereira vai atropelá-lo nesta Mobilidade,
no Hospital que não se levanta a 50%,
na reconstrução dos incêndios que não passou de um cartaz...

Costa não gosta de Carlos Pereira , senão tinha financiado o hospital a 100% como no resto do País.
Esta é a realidade.

Anónimo disse...

Discordo completamente do anónimo das 10:06

Anónimo disse...

Tive de ir a 4 estações dos ctt diferentes para receber o subsídio de mobilidade. Uns não aceitavam umas coisas, outro tinha o sistema em baixo... UMA VERGONHA!
Curioso é que os documentos foram sempre os mesmos, nos dois primeiros não aceitaram, no último não houve entraves...