terça-feira, 7 de março de 2017

O ferry? E o jornal?




Deixem Sérgio Marques tratar primeiro do JM; se Avelino se aborrece e desiste, lá terá de ser chamado o 'bombeiro' Dionísio Pestana, como aconteceu no caso da Quinta do Arco


O bloquista Roberto Almada, como vemos na peça anterior, desafiou esta manhã no Parlamento Sérgio Marques a resolver o problema do ferry. De facto, nos seus tempos de Delfim metido na corrida da sucessão, muito falou o nosso amigo Sérgio na urgência de retomar a ligação marítima com o exterior. Solução para os que não andam de avião se sentirem libertos do sequestro na ilha. 
Acontece que o ex-Delfim sabia que não ganharia a liderança do seu partido, logo podia prometer o céu na terra e bacalhau a pataco. Do que ele não se esperava era que o futuro rei do Blue Establishment lhe pregasse a partida de o meter nestas alhadas.
Isso por um lado.
Por outro lado, amigo Roberto, quando é para descansar, é para descansar; quando é para trabalhar, o corpo não é de ferro. E Sérgio tem apenas duas mãos. Não te lembras, caríssimo, que o novo timoneiro da Junta Geral anda ocupado a resolver a questão do JM? É preciso estudar bem a proposta apresentada pelo tubarão do empresariado Avelino Farinha para ficar com o jornal. E isso leva um certo tempo: é preciso debater e discutir muito na Fernão de Ornelas. Dos dois lados da rua!
Não é tão linear assim. Acontece que há chatice entre o grupo AFA e o desgoverno regional. Convém não perder de vista que por algum motivo Avelino acabou por não comprar a Quinta do Arco de São Jorge - negócio que iria fazer para tirar o presidente Albuquerque da asfixia financeira. Alguém anda a minar aquele relacionamento. Conclusão: Pestana foi chamado a entrar em mais trabalhos, comprando a referida Quinta, onde, do mal ou menos, vai construir o quê, se não um hotel!
Com estas manobras todas, Sérgio Marques anda aos papéis, na certeza porém de que no final deverá entregar mesmo o JM ao concorrente Avelino - uf!!! O qual Avelino, por sua vez, fingirá empenho no negócio de jornais mesmo sem perceber a ponta de um chavelho do assunto. Porque há quem esteja encarregado de dirigir o projecto na sombra. Uma mão lava a outra.
Como aqui dissemos há dias, será um jornal com senhorio na Calheta, com 'sabor venezolano' na embalagem e conteúdo luso-britânico agridoce.
Confuso?
Deixa ficar assim, amigo Roberto. O que te peço é que deixes Sérgio evitar o afundamento do JM, porque o ferry já perdeu pé. 
Atenção que se Avelino se chatear e desistir do enfeitiçado matutino é mais uma maçada para o patrono Dionísio. Aquilo ali na margem norte da Fernão de Ornelas dá um hostel?

11 comentários:

Anónimo disse...

O que vale nisto é a Radio, dado que não há mais frequências para distribuir.
Jornais podem fazer quantos quiserem sem necessidade de ficarem com 20 e tal pessoas...

Anónimo disse...

Se o AFA já conseguiu pôr os jornalistas do Funchal Noticias (um jornal online que não pertence ao AFA) a fazer um extenso artigo em tom muito abonatório sobre a monstruosa obra do hotel Savoy que está a construir no Funchal… então quando se vir dono de um jornal… bem, vamos ter mais um jornal muito "independente e confiável".

Anónimo disse...

os artigos do Savoy que aparece no FN é das poucas coisas que se aproveita nesse pasquim

Anónimo disse...

Cá nada! O Afa percebe e muito de jornalismo. Vejam aqui http://funchalnoticias.net/2017/02/27/hotel-savoy-palace-atinge-os-oito-pisos-faltam-cinco/
Ou então são os jornalistas que percebem muito de obras! :)

É até o sonho vai no titulo do artigo "O Homem sonha e a obra avança" em http://funchalnoticias.net/2016/09/28/o-homem-sonha-e-a-obra-avanca/

E lá tem ainda mais dois ou três artigos desse género dedicados à obra do Afa, ou será ao jornalismo da obra, ou quiçá à obra do jornalismo. Pois, é confuso!.. Eu sei.. mas como podem ver, jornalismo e obras, pode bem ficar tudo no mesmo embrulho.

Anónimo disse...

Muito bem ao comentador das 13:08! Está tudo dito sobre a independência de certos jornalistas cá da terreola!

Anónimo disse...

Mas alguém nesta terra ainda acredita numa deste governo dito "renovadinho", é que não acertam uma...
Peço desculpa, têm acertado em algumas negociatas...
Mas esperem!! Não foi este, suposto, nr2 do governo que ficou em quarto na internas??

Roberto Almada disse...

Está bem visto Amigo Calisto. Está bem visto!

Anónimo disse...

O FN está a INCOMODAR assim tanto?

Anónimo disse...

Apesar de ter ficado em quarto nas internas é neste momento o membro mais credível deste governo.

Anónimo disse...

o que não está bem visto é o bloco

Anónimo disse...

Então os jornalistas não têm que comer...?